Dono do açude Granjeiro nega responsabilidade sobre o reservatório

Por não usufruir do reservatório desde 2010, Avelino Forte afirma não ter lucro com a barragem, isentando-se dos custos do novo sangradouro