Açude São José I, no Sertão Central, é o quarto a sangrar no Ceará

Dos açudes monitorados pela Companhia, cinco estão com volume acima de 90%