Paulo César Norões: para pacificar a nomeação de obras