Paulo César Norões: Governo crê em aprovação