Sob pressão, Bolsonaro quer deixar escolha de PGR para final de setembro

Os dois nomes favoritos do presidente, Augusto Aras e Antonio Soares, são criticados pela sua base eleitoral e por membros do PSL por já terem feito críticas, respectivamente, à direita radical e à atuação da Lava Jato em Curitiba