Sob Bolsonaro, importação de armas é maior da história

A alta foi identificada também na quantidade de armas que entraram no país – foram 37,3 mil revólveres e pistolas, sendo 25,6 mil deles somente no mês em agosto