PSB questiona decreto que ampliou requisitos para posse de arma de fogo

Partido pede que se estabeleça a interpretação de que a posse só pode ser autorizada a pessoas que demonstrem efetiva necessidade, por motivos profissionais ou pessoais