Partidos políticos protocolam pedido para anular votação de abuso de autoridade

PSL e Novo alegam que houve ilegalidade no processo, pois os parlamentares foram impedidos de fazer votação nominal.