Nos EUA, Bolsonaro critica 'defensores da tirania' e ataca 'antigo comunismo'

Em visita a Washington, o presidente afirmou que este "é o começo de uma parceria pela liberdade e prosperidade, como os brasileiros sempre desejaram"