Norma da Alerj põe em xeque versão de Queiroz

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro afirmou que dividia os salários, de maneira informal, para ampliar o gabinete do então deputado, mas de acordo com a Alerj a prática poderia ter sido feita de forma legal