Férias de 60 dias do Judiciário e do Ministério Público custam R$ 4 bi por ano

Apesar do desejo do governo de reduzir os "penduricalhos", juízes, promotores e procuradores, além de parlamentares, deverão ficar de fora do texto da reforma administrativa que será enviada ao Congresso Nacional