Exército não matou ninguém, diz Bolsonaro sobre morte de músico no Rio

Presidente tratou o caso do fuzilamento de carro com mais de 80 tiros como "incidente"