Celso de Mello vota contra e placar está 5 a 5 sobre prisão após a 2ª instância

O presidente Dias Toffoli desempatará o julgamento