Bolsonaro: 'intenção é não demarcar mais terra indígena e revisar área irregular'

Com isso, o presidente sinaliza rejeitar os quase 500 pedidos que existem para novas demarcações