Bolsonaro diz que não quer tomar PSL, mas cobra abertura dos gastos do partido

No último dia 8, Bolsonaro externou a crise no partido ao pedir a um militante que "esquecesse o PSL" e dizer que Luciano Bivar, presidente da sigla, estava "queimado para caramba"