Bolsonaro defende que Eduardo abra mão de embaixada para pacificar PSL

O presidente disse ainda que defendeu, em reunião no Palácio do Planalto, o nome do deputado federal Filipe Barros (PR) para a liderança do partido, mas que foi opinião vencida