Após ser criticado, governo recua de decisão de excluir 17 ocupações do MEI

Lista incluía ocupações ligadas ao setor cultural, como humoristas e DJs