Após empate de 5 a 5, STF suspende discussão sobre repasses do Executivo

O desempate ficará sob a responsabilidade do decano do STF, ministro Celso de Mello, que não compareceu à sessão de hoje por estar se recuperando de uma pneumonia