Após 5 anos de Lava Jato, órgãos ainda divergem sobre delação e leniência

Segundo o advogado-geral da União, André Mendonça, existe no país uma mudança na cultura jurídica: abre-se mão de perseguir o ilícito a qualquer custo para dar lugar a uma solução negociada