MPs da carteirinha e de atos em jornais devem ser arquivadas

As duas Medidas Provisórias causaram polêmica no ano passado, quando foram editadas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas precisam ainda ser aprovadas pelo Congresso Nacional para continuarem valendo