Criticado por blindar dados, Governo quer votar reforma amanhã

O Palácio do Planalto aposta em acordo com partidos até hoje para que a PEC da Previdência passe pela CCJ da Câmara amanhã, quando volta a ser discutida. Sigilo decretado a informações que embasaram a reforma, porém, não repercutiu bem na base e na oposição