STF nega transferência de Marcola e outros chefes de facção criminosa de presídio em Brasília

O ministro Luís Roberto Barroso alegou que risco de transferir é maior que mantê-los no DF