Procuradoria acusa militar de genocídio contra indígenas de MG na ditadura

Os procuradores apontam que os três episódios são "graves violações aos direitos humanos", praticadas "com nítida intenção de destruição do grupo étnico krenak"