Para Gilmar Mendes, plenário do STF deveria dar última palavra sobre delações

Como a delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista envolvem o presidente Michel Temer, ministro afirmou que o caso terá de ser discutido pela instância máxima do STF