Cid defende Dilma e diz estar 'feliz' com saída do Ministério da Educação

Sobre o pedido de demissão, o ex-ministro afirmou que ele foi feito em caráter irrevogável, e que não deu espaço para Dilma dizer que não o aceitaria