Chefe da Cinemateca era funcionário fantasma de irmã de Edir Macedo

Segundo apurou a reportagem, Barbeiro aparecia esporadicamente para trabalhar na Assembleia Legislativa. Já na Cinemateca, ele dava expediente diário