BNDES gasta R$ 48 milhões para abrir caixa-preta, mas não acha irregularidades

A assessoria do BNDES informou que o relatório de oito páginas, antecipado pelo Estadão, é um resumo crítico da auditoria e que outro parecer, "mais robusto" foi entregue às autoridades