Ceará, Fortaleza e o fascínio pelo abismo na Série A