Um desfibrilador pode fazer diferença