Editorial: Retorno ao plenário