Editorial: Armas, um tema grave