Editorial: A reforma e a dúvida