Editorial: A lição da cearensidade