Receita aumenta para R$ 5 milhões teto de parcelamentos de dívidas

Segundo a portaria, o valor de cada parcela será obtido mediante a divisão do valor da dívida consolidada pelo número de parcelas pedidas,desde que a prestação mínima corresponda a R$ 200