Oi prevê venda de ativos a partir do 4º trimestre, começando por Unitel e torres

Companhia espera arrendar entre R$ 6,5 bilhões e R$ 7,5 bilhões com a venda de ativos considerados não estratégicos, montante que corresponde a cerca de 70% do seu valor atual de mercado