Ministério recua e descarta congelamento do salário mínimo

O ministério estudava retirar da Constituição a obrigatoriedade de que o valor seja corrigido pela variação da inflação