Em 1º ano, Bolsonaro gera mais vagas que Temer, mas fica atrás de Lula e Dilma

No primeiro ano do segundo mandato de Lula, em 2007, a geração de empregos formais chegou, por sua vez, a 1,893 milhão