Caixa, BB e Petrobras não estão dentro de mandato para privatização, diz Mattar

Segundo o secretário, no ano passado as desestatizações e privatizações ocorreram em ritmo mais lento do que o desejado pelo governo porque havia um foco na reforma na previdência