Aprovar a reforma da Previdência será mais difícil do que a trabalhista, afirmou Marinho

A dificuldade consiste que, embora cada parlamentar entenda a necessidade da reforma, deputados e senadores precisam atender as demandas de seu eleitorado local