Aprovada MP que libera saques do FGTS de R$ 500 para R$ 998

Além disso, os parlamentares reduziram a taxa de administração do FGTS de 1% para 0,5% e, em troca, mantiveram o monopólio da Caixa na operação dos recursos do fundo