Acordo UE-Mercosul deve entrar em vigor em dois anos, diz secretário argentino

Horacio Reyser disse que, entre as principais dificuldades para fechá-lo esteve o fato de que os países do Mercosul serem "muito parecidos em alguns setores, como o agroindustrial, exportamos mais ou menos os mesmos produtos"