Indústria supera patamar anterior à greve dos caminhoneiros

De acordo com Guilherme Muchale, economista da Fiec, o setor no Ceará conseguiu reagir à crise e apresentou resultados que poderiam ter sido registrados caso a paralisação de 2018 não tivesse ocorrido