Egídio Serpa: Nordeste, é preciso renegociar a relação