Egídio Serpa: No ceará, a irrigação está no trilho certo