Egídio Serpa: Investir agora é loucura