Egídio Serpa: um melão a US$ 100 no japão