Rússia 'não ameaça ninguém' na Venezuela, diz Chancelaria

O governo russo classificou as críticas de norte-americanas de uma "tentativa arrogante de ditar para Estados soberanos como têm de se relacionar entre eles"