Promotoria sueca reabre investigação contra Assange por suspeita de abuso sexual

A acusação remonta a 2010, mas a apuração do caso havia sido suspensa em 2017 porque o fundador do Wikileaks pedira asilo na embaixada do Equador em Londres