Presidente chileno diz que não renunciará, apesar dos protestos

Com 13% de aprovação, Piñera é o chefe de Estado com os mais baixos percentuais de aprovação desde o retorno do Chile à democracia em 1990