Palestina condena anúncio de Bolsonaro sobre escritório em Jerusalém e convoca embaixador

O Ministério das Relações Exteriores da Palestina disse que considera a decisão brasileira "uma violação descarada da legitimidade e das resoluções internacionais"